Bateram no meu veículo! O que devo fazer?

Bateram no meu veículo! O que devo fazer?

Ter um veículo promove a comodidade e traz um bem-estar durante a locomoção. Porém, é horrível quando, por algum equívoco ou falta de atenção, batem no seu carro. Isto é suficiente para trazer uma dor de cabeça e causar estresse. 

Mas, existem algumas atitudes que podem ser tomadas, aliviando este estresse e tornando este processo (pós-acidente) menos traumático. Confira a seguir!

 

Um passo a passo de como reagir diante da batida de carro:

– Primeiramente, é fundamental ter calma, visando evitar uma possível briga de trânsito, e tirar o carro da rua caso não tenha nenhum ferido, pois deixar o carro em via pública é uma infração e gera multas e pontos na carteira do condutor.

–  A melhor coisa a se tentar é um acordo amigável entre as partes.

– Registre um boletim de ocorrência: Isto garante uma versão oficial do que realmente aconteceu. Pode contar com testemunhas e pode ser feito até pela internet. Lembre-se que, em caso de vítimas, o acidente é muito mais grave e necessário a presença da polícia no local.

– Se quem ocasionou o acidente estiver embriagado, é indicado acionar a polícia.

– Tire fotos do local da batida e os danos causados.

– Esteja sempre com um documento e solicite dados de quem ocasionou a batida, como por exemplo, a placa do automóvel, endereço, telefone para contato, RG , CPF e dados na Carteira Nacional de Habilitação – CNH.

Outros detalhes importantes para solucionar o problema

Lembre-se que, quem ocasionou o acidente, deve ser responsável pelo pagamento dos danos ao veículo, sanando todos os possíveis problemas gerados.

Em caso deste contato não ser amigável, existem alguns procedimentos previstos em lei, como por exemplo, acionar um advogado.

 

E se o motorista culpado fugir ou não quiser pagar?

Em muitos casos de acidente, o motorista culpado foge, com isto, é necessário tentar captar o máximo de detalhes, como a placa do carro, cor do veículo, marca, modelo, ou até tentar fotografar.

 É possível solicitar também câmeras que estão nas vias, em órgãos responsáveis. Neste caso, o Boletim de Ocorrência fica mais completo e as chances de localizar o motorista são maiores.

Em outras situações também, o motorista culpado não quer pagar, alega inocência, dentre outas situações, nas quais torna-se necessário a entrada com um processo judicial para que a decisão seja tomada pelo Juiz ao averiguar o caso com as devidas provas do ocorrido.

Não esqueça de pegar os dados de pessoas que testemunharam a dinâmica do acidente, isso é fundamental!

 

A importância de contratar um advogado

O advogado é um profissional dedicado na defesa dos direitos humanos e de seus clientes, além de ser o mediador entre o ocorrido e o juiz, levantando as provas suficientes que inocentem ou acusem uma pessoa.

Nestas situações de constrangimento, perda de valores, danos emocionais e materiais, é fundamental contratar este profissional, que pode te ajudar a solucionar seu caso.

Muitas pessoas, nesta situação com o veículo, não entram em contato com um advogado, então, no decorrer do processo, podem acontecer erros e falhas de revisão, tornando fundamental a presença de um advogado desde o início do processo.

 

Após o acidente, o que você deve enviar para o advogado?

Quanto mais informação melhor, pois tudo ajuda o advogado escolhido a resolver o caso com mais segurança através de provas.

Ou seja, tenha fotos, boletim de ocorrência, testemunhas podem ajudar muito com os depoimentos, um orçamento dos custos com o conserto, dados do veículo, do condutor, dentre outras informações que você achar pertinente.

Esse advogado pode ser contatado via escritório ou até mesmo, via e-mail. Lembre-se sempre então de detalhar ao máximo o ocorrido para que este entenda o caso.

 

Procedimento e burocracia

Em contato com o advogado, será redigida uma carta para notificar, extrajudicialmente, o causador do dano, muitas vezes consegue-se solucionar o caso nesta etapa. Existem varas especializadas em causas de baixa complexidade, os juizados especiais, comumente conhecidos como “pequenas causas”.

Ele irá reunir toda a documentação, os custos que o cliente teve, e até pode solicitar também um ressarcimento por danos morais em casos específicos como morte, ferimentos graves ou transtornos fora do normal.

Em um juizado especial, com o processo aberto, como todos os dados organizados, o motorista que ocasionou o acidente será convocado para participar em uma audiência.

Sem a ajuda de um profissional, este processo pode durar mais de 06 meses para ocorrer a audiência, mas com o trabalho do advogado, o processo torna-se muito mais rápido e a solução para o seu automóvel também.

 

Processo ganho

Com a intervenção de um advogado, levantamento de provas e presença de testemunhas, aumentas suas chances de êxito na ação de indenização.

A partir daí, o responsável por causar a lesão tanto no carro como emocionalmente no outro individuo, terá que arcar com os valores impostos pela justiça. Geralmente, se referem ao preço do custo com o conserto do carro (ocasionado pela própria colisão) e outros possíveis gastos causados com a batida.

De modo geral, o importante é sempre estar atento no trânsito, dirigir com prudência, mas solicitar ajuda em casos de acidente e colisão.


Leia mais artigos e notícias relacionadas ao mundo jurídico

Você encontrará notícias, artigos e novidades relacionadas ao mundo jurídico desenvolvidos por nossos advogados e especialistas. Clique e acesso nosso acervo.

Mais artigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.